sábado, 15 de abril de 2017

A nossa chave...

Garoeiro – Natal, RN, 15 de abril de 2017.













No embalo, devagar, adormecentes,
Almas e corpos se beijando, amávamos,
Fechando a nossa chave, entrementes,
- “Feitos um para o outro! ” – concordávamos.

Fluíam pela cama permanentes
Sonhos, naquele amor que nós nos dávamos,
Sondando nossos casos confidentes,
E do insondável vindo o que gozávamos.

Por esse me sentir para ti feito,
Esvaziando sem parar meu peito,
Eu via o teu também fluindo igual.

Só – agora – inda me sinto, apesar,
Para ti feito, sim, para te amar,
Mas foste feita para ser meu mal...

Nenhum comentário:

Postar um comentário