domingo, 2 de abril de 2017

Delicado

Garoeiro – Natal, RN, 2 de abril de 2017.


















Sabem das ordens-do-dia da guerra
Que a que vai tangendo meu realejo
Não pela escolha delicada erra.

- Mas como de um tempo tão grosseiro,
Mais nenhum canto de amor tendo ensejo,
De amor assim nos fala o Garoeiro?

- Porque lá no futuro que eu invento,
Através de meu sonho apenas vejo
Delicadezas do comedimento...

Nenhum comentário:

Postar um comentário