sexta-feira, 26 de maio de 2017

Do destino dos seres...

Garoeiro – Natal, RN, 26 de maio de 2017.











No mundo onde o poder do Nada impera,
Ser só é, lutando para existir,
À negação tentando resistir,
E toda a luta de existência é fera.

Ao que não é revés algum espera,
Pois o não-ser não tem nenhum devir:
Potência cuja essência é destruir,
O exercício de compromisso, zera.

O ser é uma luta em movimento,
Em seu eterno comprometimento
Contra o que dispersa e pelo que une.

Existência no fundo é um só assunto:
Seguindo a gravidade, ficar junto,
Pois desagrega o Nada que nos pune...

Nenhum comentário:

Postar um comentário