terça-feira, 9 de maio de 2017

Do Grande Deus e sua Deusa...

Garoeiro – Natal, RN 9 de maio de 2017.












Ao dispor dos processos radiativos,
Contra operados em suma frequência,
Em todo o imenso Cosmos, sem clemência,
Dizima o Nada os grãos corporativos.

No grão, porém, em que estamos cativos,
Para exercer a louca competência,
O Nada, duplicando sua essência,
Dispõe da Morte para os seres vivos.

Lá longe é o Grande Deus quem tudo encerra,
A Deusa acaba a Vida aqui na Terra,
A triste Lei em que existir se assenta.

No entanto ao resistirmos, vivos seres,
Vivemos contra o Nada e seus poderes,
Dos mortos de que a Vida se alimenta...  

Nenhum comentário:

Postar um comentário