sábado, 15 de julho de 2017

Gerânio...

Garoeiro – Natal, RN, 15 de julho de 2017.











Não há bem extemporâneo,
Nem mal sem ocasião:
Toda a dor é sucedâneo
Do que amávamos em vão.

Amor que prefere crânio
Vira uma conversação:
Mesmo a potência do urânio
Ama desintegração.

O amante contemporâneo
Tenta amar com a razão,
E o perfume do gerânio
É prazer de instigação...

Nenhum comentário:

Postar um comentário